Gestão / Administração

Dissertações de Mestrado

 

Análise da viabilidade económico-financeira de uma unidade de resíduos industriais não perigosos em Portugal

 

Autor: Nuno Caetano
Orientador: José Paulo Esperança

 

Mestrado em Gestão 

ISCTE - IUL
 

 

continuar

 

Análise da viabilidade económico-financeira de uma unidade de resíduos industriais não perigosos em Portugal

Resumo

O objecto da presente análise é aferir a viabilidade económica e financeira de um projecto de investimento inserido no sector da gestão de resíduos industriais não perigosos. Os princípios subjacentes ao quadro teórico e empírico formulado são o integral cumprimento da legislação nacional e comunitária aplicável à tipologia da instalação projectada, a implementação das melhores práticas ambientais, económicas e sociais conhecidas à data, com o objectivo de potenciar o desenvolvimento sustentável da região de implementação. Começa-se por efectuar uma breve resenha histórica da gestão de resíduos, procurando esclarecer e demonstrar a interdisciplinaridade entre o ambiente, a criação de valor para o investidor e o desenvolvimento sustentável enquanto fim último da actividade humana. Examinam-se as principais metodologias de avaliação de projectos de investimento existentes na literatura, procurando encontrar as que melhor se adaptam ao projecto em referência, num quadro geral de aplicação do princípio da precaução exigido em condições de incerteza, risco ambiental e elevada complexidade tecnológica. Formula-se igualmente um modelo teórico de localização de novas unidades de gestão de resíduos industriais não perigosos em Portugal, que permita optimizar as variáveis técnicas, legais, sociológicas e económicas. Como teste da formulação proposta, procedeu-se a um estudo de mercado que permitiu a delimitação de áreas de influência económica em consonância com os princípios formulados. Com base na localização definida, nos pressupostos de investimento e exploração formulados, demonstrou-se a viabilidade económica do projecto em referência para diferentes cenários ao nível das variáveis críticas.

 

Palavras chave: Projecto de investimento, Resíduos industriais, Modelo de localização, Investment project, Industrial wastes, Localization model

 

Índice 

Resumo
Abstract
Agradecimentos
Lista de abreviaturas
Lista de quadros, tabelas, figuras e fórmulas

CAPÍTULO 1 – INTRODUÇÃO

1.1. Introdução geral

CAPÍTULO 2 – REVISÃO DE LITERATURA

2.1. Definição de Projecto de Investimento 
2.2. Classificação de Projectos de Investimento
2.3. Avaliação de Projectos com impacte ambiental
2.4. O Princípio da Precaução e a regulação ambiental 
2.5. Capacidade de absorção de resíduos e desenvolvimento sustentável
2.6. Análise social de projectos de investimento

2.6.1. Importância da análise social de investimentos
2.6.2. Divergência entre as ópticas privada e social
2.6.3. Metodologias de análise pela óptica social

2.7. Avaliação económica das externalidades associadas a unidades de gestão
tratamento e deposição de resíduos

CAPÍTULO 3 – ENQUADRAMENTO

3.1. Os resíduos na Europa

3.1.1. Tendências gerais na produção de resíduos
3.1.2. Produção de resíduos por sector e por tipo
3.1.3. Tendências gerais das opções de gestão de resíduos

3.2. Os resíduos em Portugal

3.2.1. Estratégia nacional de resíduos
3.2.2. Plano Estratégico Sectorial de Gestão dos Resíduos Industriais (PESGRI) 3.2.3. Resíduos industriais e perigosos em Portugal
3.2.4. Destino dos resíduos industriais em Portugal
3.2.4. Capacidades licenciadas para aterros de resíduos industriais e resíduos perigosos

CAPÍTULO 4 – QUADRO LEGISLATIVO DO SECTOR DOS RESÍDUOS

4.1. Enquadramento jurídico da gestão e tratamento de resíduos

4.1.1. Síntese da Legislação Comunitária aplicável à gestão e tratamento de resíduos
4.1.2. Síntese da Legislação Nacional aplicável à gestão e tratamento de resíduos

CAPÍTULO 5 – MEMÓRIA DESCRITIVA DO PROJECTO

5.1. Objecto do projecto

5.1.1. Tipos de resíduos não perigosos admissíveis no aterro

5.2. Localização
5.3. Volumetria do aterro
5.4. Concepção geral da unidade
5.5. Organização operacional das frentes de trabalho
5.6. Cobertura final do aterro
5.7. Plano de recuperação paisagística

CAPÍTULO 6 – AVALIAÇÃO DO PROJECTO

6.1. Síntese do modelo de localização para unidades de tratamento
e processamento de RIB

6.1.1. Variáveis técnicas e legais
6.1.2. Variáveis sociológicas
6.1.3. Variáveis económicas

6.2. Estudo de mercado

6.2.1. Introdução
6.2.2. Capacidade
6.2.3. Metodologia
6.2.4. Dificuldades
6.2.5. Resultados

6.2.5.1. Tratamento e apresentação da informação

6.3. Área de influência económica do projecto
6.4. Avaliação económica e financeira do projecto 
6.5. Análise de sensibilidade

CAPÍTULO 7 – CONCLUSÕES

7.1. Conclusões 

BIBLIOGRAFIA 

ANEXOS

Anexo A – Localização do Projecto

Anexo B – Plano de monitorização

Anexo C – Análise comparativa de preços e serviços relativamente a unidades
concorrentes

Anexo D – Métodos de avaliação de projectos de investimento

Anexo E – Base de dados do inquérito
 

 

Trabalho completo