Gestão / Administração

Dissertações de Mestrado

 

Comportamento dos Fundos de Acções nas Revisões do PSI-20

 

Autor: António Domingos Cerqueira Barros
Orientador: Ana Paula Serra

 

Mestrado em Finanças

Faculdade de Economia da Universidade do Porto
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

Comportamento dos Fundos de Acções nas Revisões do PSI-20

Resumo

Este trabalho estuda o comportamento dos fundos de acções nacionais face a revisões da composição do índice PSI-20 no período entre 1997 e 2007. Utilizando a metodologia
proposta por Lakonishok, Shleifer e Vishny (1992), apresenta-se evidência estatisticamente significativa de existência de herding para as acções admitidas e excluídas do índice PSI-20 no mês de anúncio da revisão do índice para fundos que assumem um posicionamento mais activo e no mês da alteração efectiva do índice para fundos mais passivos. Os resultados sugerem que é possível gerar retornos ajustados pelo risco positivos à custa de maior Tracking Error, comprando as acções a integrar o índice no dia seguinte à data de anúncio e vendendoas no dia anterior à data efectiva; e comprando na data efectiva as acções excluídas do índice, vendendo-as dezasseis dias após a data efectiva de alteração do índice.

 

Palavras chave: Finanças, Master in Finance

 

Índice

LISTA DE TABELAS vii

LISTA DE FIGURAS ix

I. INTRODUÇÃO 1

II. REVISÃO DA LITERATURA 5

II.1 Indexação versus Gestão Activa no Mercado de Acções 5

II.2 Revisões dos Índices de Acções, Herding e Estratégias de Investimento 7

III. OBJECTIVOS DO TRABALHO, CONTRIBUIÇÃO, HIPÓTESES E

METODOLOGIA 14

III.1 Objectivos do Trabalho, Contribuição e Hipóteses 14
III.2 Metodologia 16

III.2.1 Indicadores de Gestão Activa 16

III.2.1.1 Tracking Error 16

III.2.1.1.1 Definição 16

III.2.1.1.2 Medida 17

III.2.1.1.3 Limitações 19

III.2.1.2 Active Share 20

III.2.1.2.1 Definição 20

III.2.1.2.2 Medida 21

III.2.1.2.3 Limitações 21vi

III.2.1.3 Um Exemplo Teórico 22

III.2.2 Herding 24

III.2.2.1 Definição 24

III.2.2.2 Medida 25
III.2.2.3 Limitações 29

III.2.3 Impacto nos Retornos 30

IV. DADOS 34

IV.1 Fundos de Investimento Mobiliário em Portugal 34

IV.2 O Índice PSI-20 35
IV.3 Amostra 37

V. EVIDÊNCIA EMPÍRICA 43

V.1 Caracterização do Tipo de Gestão dos Fundos da Amostra 43

V.2 Herding em Torno das Revisões do Índice 45

V.2.1 Níveis Gerais de Herding 45
V.2.2 Níveis de Herding e Tracking Error 48

V.3 Retornos Anormais Acumulados, Impacto nos Retornos e Tracking Error 49

VI. CONCLUSÕES E SUGESTÕES PARA FUTURA INVESTIGAÇÃO 52

REFERÊNCIAS 53
APÊNDICES

 

 

Trabalho completo