Gestão / Administração

Dissertações de Mestrado

 

Guia para a implantação de Sistemas de Inovação

 

Autor: Luís Miguel do Nascimento Peixoto
Orientador:
Jorge Salis Gomes

 

Mestrado em Gestão

ISCTE - IUL
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

Guia para a implantação de Sistemas de Inovação

Resumo

No contexto da globalização da economia, as empresas entendem que a Inovação é uma condição para manter a competitividade e o seu crescimento. Portugal não pode ficar de fora da corrida. Assim seguindo as políticas propostas pela União Europeia e adoptadas por Portugal, tem havido um desenvolvimento crescente deste tema, criando apoios diversos às empresas que entram e percorrem esta via. Com esta dissertação procura-se desenvolver uma metodologia que sistematiza as actividades e ferramentas disponíveis, localizando as suas fontes e encadeando-as no tempo de aplicação, para apoiar a implantação de sistemas de Gestão de Inovação em organizações empresariais. Para a preparação desta Metodologia de Implantação de Sistemas de Inovação (MISSI) fez-se uma pesquisa bibliográfica detalhada em torno do estado da arte no tema da Inovação, para além de entrevistas a personalidades de referência em instituições públicas relacionadas com Inovação e empresas privadas em diferentes estádios de maturidade de Gestão de Inovação. Como conclusões principais temos que este tema ainda não é claramente entendido e abordado pelas empresas necessitando um envolvimento pela gestão de topo, sistematização de processos de Inovação, aprendizagem e conhecimento sobre o tema, divulgação do uso de ferramentas, interacção com entidades e programas de promoção da Inovação com o objectivo de obter um retorno para a organização e para a sociedade.

 

Palavras chave: Metodologia, Implantação, Sistemas, Inovação

 

Índice

RESUMO 

ABSTRACT 

AGRADECIMENTOS 

SUMÁRIO EXECUTIVO 

1 INTRODUÇÃO 

1.1 Enquadramento 

1.2 Motivações 

1.3 Objectivos 

1.4 Metodologia 

2 INOVAÇÃO 

2.1 Definição de inovação 

2.2 Definição de inovação para a economia 

2.3 Manual de Oslo 

2.4 Manual de Frascati 

2.5 Normas Portuguesas de Gestão de Inovação 

2.6 Alguns modelos de inovação 

2.6.1 Modelo de João Caraça 

2.6.2 Modelo de Philip Kotler 

2.6.3 Modelo Inovação disruptiva 

2.7 Atitudes das organizações perante a inovação 

3 A NECESSIDADE DE INOVAR 

3.1 Situação em Portugal 

3.2 Portugal está num dilema 

3.3 Indicadores para avaliar o desempenho na economia do conhecimento 

3.4 Globalização uma ameaça transformada em oportunidade

3.5 Suporte para a competitividade 

3.5.1 Mão-de-obra intensiva 

3.5.2 Elevada produtividade 

3.5.3 Aposta na inovação. 

3.6 Distribuição de Inovação em Portugal 

3.7 Relatório do estado actual da inovação em Portugal 

4 ORGANISMOS DE APOIO À INOVAÇÃO 

4.1 Adi Agência de Inovação 

4.2 COTEC Portugal - Associação Empresarial para a Inovação 

4.3 IAPMEI 

5 CONSIDERAÇÕES TEÓRICAS PREPARATIVAS DA METODOLOGIA DE IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS DE INOVAÇÃO MISSI 

5.1 Actividades a desenvolver 

5.2 Barreiras à inovação 

5.3 Condições para uma inovação de sucesso 

5.4 O inovador conservador 

5.5 Considerando as quatro etapas de maturidade do sistema de inovação 

5.6 A maturidade segundo a COTEC 

5.7 Liderança 

5.8 Alinhamento 

5.9 Organização de equipas 

5.10 Brainstorming 

5.11 Curva financeira 

5.12 Inovação e emprego

5.13 Innovation scoring 

6 METODOLOGIA DE IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS DE INOVAÇÃO MISSI

6.1 Primeira etapa para a inovação. 

6.1.1 Objectivos da primeira etapa do modelo de inovação

6.1.2 Liderança 

6.1.3 Alinhamento estratégico 

6.1.4 Diagnóstico

6.1.5 Teste para determinar a estratégia de inovação 

6.1.6 Conclusão da primeira etapa do modelo de inovação 

6.2 Segunda etapa: Crescimento da Inovação 

6.2.1 Objectivos da segunda etapa do modelo de inovação 

6.2.2 Formação de equipa

6.2.3 As quatro etapas do Brainstorming 

6.2.4 Verificar a implementação 

6.2.5 Recursos e resultados financeiros 

6.2.6 Armadilha financeira 

6.2.7 Teste para aferir os recursos financeiros 

6.2.8 Conclusão da segunda etapa da Metodologia de Implantação de Sistemas de Inovação MISSI . 

6.3 Terceira etapa: Profissionalizar a inovação 

6.3.1 Objectivos da terceira etapa da metodologia MISSI 

6.3.2 Profissionalizar a organização de inovação 

6.3.3 Emprego do Innovation Scoring 

6.3.4 Conclusão da terceira etapa da metodologia de implantação de sistemas de inovação MISSI 63

6.4 Quarta etapa: Inovação Continua 

6.4.1 Objectivo da quarta etapa 

6.4.2 Reavaliar periodicamente 

6.4.3 ―Realinhar‖ e novo diagnóstico 

6.4.4 Determinar a estratégia de inovação 

6.4.5 Conclusão da quarta etapa da Metodologia de Implantação de Sistemas de inovação MISSI 65

6.5 Conclusão da Metodologia de Implantação de Sistemas de Inovação MISSI 

7 ENTREVISTAS COM MEMBROS DE ORGANIZAÇÕES A ACTUAR EM PORTUGAL 

7.1 Entrevista a Ângelo Ramalho Country President, a 13 de Julho de 2009 – Alstom 

7.2 Entrevista com a Isabel Caetano, Directora de Projecto, a 27 de Junho de 2009 – COTEC ... 

7.3 Entrevista a Carla Pimenta, Project Manager, a 20 de Junho de 2009 - EDP Inovação 

7.4 Entrevista a Cristina Godinho, Inovação, qualidade e Desenvolvimento Sustentável, a 11 de Junho de 2009- EFACEC 

7.5 IAPMEI 

7.5.1 Entrevista com Helena Duarte, Assessora do Presidente, a 27 de Agosto de 2009 

7.5.2 Entrevista com Carlos Carapeto, Director da direcção de assistência empresarial, a 24 de Setembro de 2009 

7.5.3 Entrevista com Filomena Egreja, Directora de Promoção de Inovação, a 24 de Setembro de 2009 

7.6 Entrevista a Peter Villax, Administrador, a 29 de Julho de 2009 - Hovione 4

7.7 Entrevista a Luís de Matos, DCRH – Direcção Central de Recursos Humanos, a 16 de Julho de 2009- Zon Media 

8 CONCLUSÕES 

9 BIBLIOGRAFIA 

ANEXOS 

ANEXO I TESTE PARA DETERMINAR A ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO 

ANEXO II INNOVATION SCORING 

ANEXO III TESTE PARA AFERIR OS RECURSOS FINANCEIROS 

ANEXO IV DADOS DO INE INSTITUO NACIONAL DE ESTATÍSTICA RELATIVO AO PIB PRODUTO INTERNO BRUTO 

ANEXO V ENTREVISTAS COM MEMBROS DE ORGANIZAÇÕES A ACTUAR EM PORTUGAL 

1. Alstom entrevista a Ângelo Ramalho, Country President, a 13 de Julho de 2009 

2. COTEC entrevista com a Isabel Caetano, Directora de Projecto, a 27 de Junho de 2009.

3. EDP Inovação entrevista a Carla Pimenta, Project Manager, a 20 de Junho de 2009 

4. EFACEC entrevista a Cristina Mira Godinho, Inovação, qualidade e Desenvolvimento Sustentável, a 11 de Junho de 2009 

A EFACEC está no sector de actividade da energia, engenharia e serviços. 

5. IAPMEI 

5.1. Entrevista com Helena Duarte, Assessora do Presidente, a 27 de Agosto de 2009 . 103

5.2. Entrevista com Carlos Carapeto, Director da Divisão de Assistencia Empresaril a 24 de Setembro de 2009 

5.3. Entrevista com Dra Filomena Egreja, Directora de Promoção de Inovação a 24 de Setembro de 2009 

6. Hovione entrevista a Peter Villax, Administrador, a 29 de Julho de 2009 

7. Zon Media entrevista a Luís de Matos, DCRH – Direcção Central de Recursos Humanos, a 16 de Julho de 2009 

 

 

Trabalho Completo