Gestão / Administração

Dissertações de Mestrado

 

A Pequena e Média Empresa Portuguesa e o Mercado de Capitais A Perspectiva do Capital de Risco

 

Autor: Maria Elisabete da Costa Pereira
Orientador: Jorge Bento Farinha

 

Mestrado em Finanças

Faculdade de Economia
Universidade do Porto

 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

A Pequena e Média Empresa Portuguesa e o Mercado de Capitais A Perspectiva do Capital de Risco

Resumo

A importância da Pequena e Média Empresa (PME) no tecido económico português justifica a reflexão acerca das diversas alternativas de financiamento existentes para estas sociedades, com enfoque especial no mercado de capitais. O objectivo deste trabalho de investigação é o de obter evidência empírica junto dos investidores nacionais de capital de risco que permita compreender as motivações e as características do investimento nas empresas de menor dimensão, analisar o acompanhamento posterior pelo investidor em comparação com uma empresa de grande dimensão, avaliar o potencial do mercado de capitais para o desinvestimento em PMEs e recolher sugestões de melhoria ao enquadramento do capital de risco em Portugal. Os resultados do inquérito realizado no âmbito do presente trabalho confirmam que a qualidade da equipa de gestão, o potencial de rentabilidade, o conhecimento do negócio por parte dos sócios originais e a perspectiva de saída do investimento são factores de extrema importância para o investidor. Adicionalmente, os dados recolhidos sugerem que os investidores de capital de risco recorrem maioritariamente a acções ordinárias para efectivar a sua participação, independentemente da dimensão da participada. Da mesma forma, as medidas de corporate governance encetadas pelos capitalistas de risco revelam a mesma orientação, quer se trate de um investimento numa PME ou numa grande empresa. Os mecanismos de corporate governance adoptados incluem, entre outros, a possibilidade de vetar decisões estratégicas, a obrigação de permanência dos gestores, o direito de presença no Conselho de Administração, remuneração da gestão indexada ao cumprimento de objectivos e, com periocidade trimestral, a recolha de informação contabilística e a realização de reuniões de acompanhamento. Finalmente, o estudo demonstra que a recompra por parte dos sócios originais e a venda directa a terceiros têm sido as estratégias de desinvestimento mais recorrentes em operações já realizadas, não tendo nenhuma das empresas inquiridas optado pelo mercado de capitais, o que permite depreender que as empresas de capital de risco aprenderam a sobreviver e a actuar sem um mercado de capital de risco com liquidez. Para a dinamização do mercado de capital de risco as empresas da amostra seleccionada sugerem, entre outras medidas, a implementação de medidas de fomento, diminuição da burocracia, profissionalização da gestão das participadas e maior transparência na informação prestada.

 

Índice

1. A Pequena e Média Empresa – Revisão de Literatura

1.1. Características Essenciais, Acesso a Financiamento e Avaliação
1.2. Alternativas de Financiamento

1.2.1. Financiamento Bancário

1.2.2. Public Equity – Mercado de Capitais
1.2.3. Private Equity

2. A Pequena e Média Empresa e o Mercado de Capitais em Portugal

2.1. Conceito de Pequena e Média Empresa
2.2. Caracterização da Pequena e Média Empresa em Portugal
2.3. Mercados de Capitais não Regulamentados em Portugal

2.3.1. Alternext

2.3.2. PEX

2.3.3. Custos da Presença no Euronext, no Alternext e no PEX

3. O Mercado de Capital de Risco em Portugal

3.1. Tipos de Capital de Risco

3.2. O Capital de Risco no Ciclo de Financiamento
3.3. Atractividade de uma PME para o Capital de Risco
3.4. Mercado de Capital de Risco em Portugal

4. Tendências Futuras Expectáveis

5. A Importância do Capital de Risco na Entrada das PMEs no Mercado de Capitais – O Caso Português

5.1. Proposições da Investigação Empírica
5.2. Instrumento de Recolha Empírica e Caracterização da Amostra
5.3. O Investimento em Empresas de Pequena ou Média Dimensão
5.4. Desinvestimento em Empresas de Pequena ou Média Dimensão

5.5. Sugestões para a Melhoria do Enquadramento Legal, Fiscal e Regulatório do Capital de Risco em Portugal

6. Conclusões

Bibliografia

Anexos
 

 

CAPA

TESE