Gestão / Administração

Dissertações de Mestrado

 

Requisitos da integração de instrumentos para a avaliação de performance em sistemas ERP

 

Autor: Alexandre Anselmo Opa
Orientador:
José Azevedo Rodrigues

 

Mestrado em Gestão de Sistemas de Informação

ISCTE - IUL
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

Requisitos da integração de instrumentos para a avaliação de performance em sistemas ERP

Resumo

Nos anos 90 assistiu-se à adopção dos sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) por parte das empresas como forma de ter um único repositório centralizado de todas as transacções efectuadas pela empresa, facilitando, dessa forma, a introdução dos dados, o seu processamento e recolha para análise de resultados. Esses sistemas têm sido utilizados como infra-estrut ura tecnológica de suporte às operações das empresas com vantagens sobre os sistemas anteriores desenvolvidos internamente. Entre as muitas vantagens, destacam-se a possibilidade de integrar os diversos departamentos da empresa, a actualização permanente da base tecnológica e os benefícios relacionados ao outsourcing do desenvolvimento de aplicações, como por exemplo, a redução dos custos de informática (TCO – Total Cost of Ownership) ou a estandardização dos processos de negócio. Por outro lado, a concorrência e a globalização dos mercados exigem dos gestores a rápida e oportuna tomada de decisão, o que, num espaço temporal de reduzido alcance, pode reflectir-se em ganhos e/ou perdas significativas para as empresas. Neste contexto tem-se assistido, cada vez mais, à difusão e implementação de sistemas de informação capazes de assegurar o rápido e fiável acesso à informação crítica para o processo de tomada de decisão. Entre os tipos de sistemas de informação mais utilizados de auxílio ao processo de tomada de decisão, destacam-se no actual cenário mundial, os sistemas de medição e gestão da performance empresarial, mais conhecidos por EIS (executive information systems) ou BPMS (business performance management systems). Mais não são que instrumentos de avaliação de performance implementados tecnologicamente para responder às necessidades de informação do controlo de gestão. Este trabalho é um estudo dos requisitos da integração entre estes dois tipos de sistemas, suas características, processos de funcionamento, implementação, vantagens, desvantagens e possíveis impactos nas organizações. Além da pesquisa bibliográfica, foi levada a cabo uma consulta a algumas personalidades ligadas à área em estudo através da elaboração de entrevistas. Procurouse identificar e analisar as diversas opiniões que cada um dos entrevistados tinha, pontos de convergência e perspectivas de interesse, de acordo com a natureza profissional. Pretende-se com tal, colaborar para o aprofundamento do conhecimento sobre esses sistemas e para o desenvolvimento de um modelo teórico que permita analisar os benefícios que essa integração possa trazer para as empresas, bem como as dificuldades com ela relacionadas.

 

Palavras chave: Instrumentos para avaliação de performance, Sistemas transaccionais, Requisitos de integração, Abordagens de integração, Performance measurement instruments, Enterprise integrated systems, Integration requirements, Integration guidelines

 

Índice 

1 Introdução

1.1 Caracterização do problema e formulação de hipóteses
1.2 Interesse e motivação
1.3 Objectivos
1.4 Quadro teórico de referência

1.5 Metodologia e Calendarização

1.5.1 Estrutura do trabalho

2 Enquadramento conceptual

2.1 A importância do controlo de gestão
2.2 Modelo de informação

2.2.1 Evolução da informação de gestão
2.3 A informação como input fundamental para a gestão

2.4 Informação para a gestão operacional e estratégica

2.4.1 Informação para a gestão operacional
2.4.2 Informação para a gestão estratégica

2.5 A avaliação de performance nas organizações

2.5.1 O desafio da avaliação de performance
2.5.2 Elementos da avaliação de desempenho

2.6 Sistemas de Informação nas Organizações

2.6.1 Tipos de Sistemas
2.6.2 Relações entre sistemas
2.6.3 O Recurso à Tecnologia de Informação na Gestão da Empresa

2.7 Implementação de Sistemas de Informação

2.8 Sistemas Enterprise Resource Planning

2.8.1.1 Enquadramento histórico

2.8.1.2 Conceito

2.8.1.3 Fluxo típico de dados de um sistema ERP
2.8.1.4 Mercado
2.8.1.5 Distribuição do Mercado de licenças de SW ERP
2.8.1.6 Distribuição do Mercado ERP segundo os seus subsegmentos
aplicacionais

2.8.2 Vantagens
2.8.3 Inconvenientes
2.8.4 Porquê investir em sistemas ERP
2.8.5 Características dos Sistemas ERP
2.8.6 ERP e o Controlo de Gestão

2.8.7 A avaliação de performance e as novas exigências aos SI

2.8.7.1 Necessidades de Informação
2.8.7.2 Metodologia Proposta por KAPLAN (1997)

2.8.8 Próxima geração de sistemas ERP

2.9 Evolução dos sistemas ERP face aos novos modelos de gestão

3 A Integração de instrumentos para avaliação de performance no sistema ERP

3.1 Introdução

3.1.1 Arquitectura ERP

3.2 A necessidade de informação de carácter estratégico

3.2.1 Complexidade inerente ao modelo de dados ERP

3.2.2 Os sistemas de avaliação de performance

3.2.2.1 Características dos modelos integrados de Performance
3.2.2.2 Vantagens
3.2.2.3 Necessidades de Informação

3.2.3 Sistemas de Informação Executiva

3.3 Integração em Sistemas ERP

3.3.1 Metodologia
3.3.2 Abordagens de Integração entre BPMS e ERP

3.3.2.1 Abordagens Conceptuais

3.3.2.2 Abordagens Técnicas

3.4 Requisitos da Integração

3.5 Considerações Finais

4 Conclusões e Recomendações

4.1 Conclusões

4.2 Recomendações para trabalhos futuros

5 Bibliografia

6 Anexos

6.1 Anexo I – Guião da Entrevista
6.2 Resultados da entrevista

6.2.1 Perfil dos Entrevistados

6.2.2 Anexo II – Entrevistado Professor Dr. Carlos Gonçalves
6.2.3 Anexo III – Entrevistado Dr. Fernando Almeida
6.2.4 Anexo IV – Entrevistado Professor Dr. João Carvalho das Neves
6.2.5 Anexo V – Entrevistado Professor Dr. Henrique O’Neill
 

 

Trabalho completo