Gestão / Administração

Dissertações de Mestrado

 

As Vendas e o Espaço no Retalho
Modelos Econométricos Aplicados a um Grupi de Distribuição Alimentar Português

 

Autor: Alexandra Carla Barata Castro
Orientador: Francisco Vitorino Martins

 

Mestrado em Ciências Empresariais

Faculdade de Economia

Universidade do Porto
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

As Vendas e o Espaço no Retalho

Resumo

A dissertação que se apresenta enquadra-se na problemática da identificação dos factores determinantes para as vendas no mercado da distribuição, com enfoque no sector do retalho. O espaço em área de venda, identificado pelos retalhistas como o seu recurso mais dispendioso, assume um papel importante como factor explicativo das vendas, sendo dada relevância à sua influência ao longo de toda a investigação. Por outro lado, procura-se avaliar a importância do espaço e de outros factores para diferentes categorias de produtos e segmentos de loja. Este estudo serve-se de um exemplo representativo de lojas que operam no mercado português, pertencentes a um dos principais grupos retalhistas existentes, para avaliar esta problemática Relativamente à metodologia adoptada no estudo do grupo de retalho português recorreu-se a modelos econométricos - regressão linear, segmentação e modelos de mistura de regressão, usando informação da empresa e das suas insígnias. Concluiu-se que o espaço é um factor determinante para as vendas, cuja importância varia entre lojas, grupos de lojas e categorias de produtos. Estes resultados são importantes na tomada de decisão do retalhista, na medida em que contribuem para a realização de estudos de simulação de lojas, prevendo os efeitos das variações de vendas provocados por alterações de espaço. Os factores relacionados com o preço face à concorrência, rendimento per capita da população alvo e qualidade no atendimento também foram analisados e inferiu-se sobre a sua importância relativa. Os modelos de segmentação adoptados foram também úteis, porque permitiram identificar grupos homogéneos de lojas, facultando ao gestor informação útil para a definição de políticas direccionadas a estes grupos.

 

Palavras chave: Marketing da distribuição, Retalho, Performance de vendas, Espaço, Elasticidade espaço, Modelos de regressão, Segmentação, Modelos de mistura de regressão, Insígnias, Portugal.

 

Índice

INTRODUÇÃO

CAP 1. O MARKETING DA DISTRIBUIÇÃO

1.1 Os Conceitos e Modelos do Marketing da Distribuição

1.2 Medidas de Performance de Vendas no Retalho

1.3 A Variável Espaço

CAP 2. OS MODELOS ECONOMÉTRICOS EXPLICATIVOS DAS VENDAS E AS HIPÓTESES DE INVESTIGAÇÃO

2.1 Factores Explicativos das Vendas e Hipóteses de Investigação

2.1.1 Atributos da Loja

2.1.2 Área de Influência da Loja

2.1.3 Características dos Consumidores

2.2 Modelos Econométricos: Especificação

2.2.1 Regressão Múltipla Linear e Exponencial Inversa

2.2.1 Mistura de Regressão

CAP 3. ESTUDO DE UM GRUPO DE DISTRIBUIÇÃO ALIMENTAR PORTUGUÊS

3.1 O Mercado Internacional e Nacional

3.2. Modelos Econométricos Estimados

3.2.1 Estimação Elasticidades Espaço

3.2.2 Modelo Explicativo das Vendas

3.2.3 Análise por Categorias de Produtos

3.2.4 Modelos de Mistura de Regressão

3.2.5 Clusterização de Lojas e Estimação de Regressões

CONCLUSÃO

APÊNDICE 1: Legislação

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ANEXO 1. Análise por Categorias de Produtos (Estrutura Lógica do Mercado)
ANEXO 2. Estimação de Regressões por Categorias de Produtos (Resultados Eviews)

ANEXO 3. Análise por Categorias de Produtos (Óptimo Técnico e Máximo)
ANEXO 4. Modelo Mistura de Regressão a 3 Classes (Resultados Latent Gold)
ANEXO 5: Modelo de Segmentação com 5 Clusters (Resultados Latent Gold)
ANEXO 6: Modelo de Segmentação com 4 Clusters (Resultados Latend Gold)
ANEXO 7. Estimação de Regressões com 4 Clusters (Resultados Eviews)

 

 

Trabalho completo