Psicologia

Dissertações de Mestrado

 

A avaliação das estratégias de coping nas crianças e adolescentes
Questões desenvolvimentistas

 

Autor: Ana Goreti Dias Couceiro
Orientador: Isabel Sá

 

Mestrado em Psicologia

Psicologia Clínica e da Saúde

Núcleo de Psicoterapia Cognitiva Comportamental e Integrativa

Universidade de Lisboa
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

A avaliação das estratégias de coping nas crianças e adolescentes

Resumo

Este trabalho pretende avaliar a influência do desenvolvimento nas estratégias de coping utilizadas pelos indivíduos. Um outro objectivo deste estudo é o de analisar até que ponto os instrumentos utilizados para avaliar as estratégias de coping usadas pelas crianças e adolescentes têm em conta o seu nível de desenvolvimento. Segundo Compas et al. (2001), o coping é influenciado pelo aparecimento de capacidades cognitivas e comportamentais para a regulação interna e do meio ambiente. Nenhuma definição do coping está completa sem a noção do papel central que o factor idade desempenha na modulação da adaptação individual ao stress, entre outras adaptações (Skinner & Edge, 1998). Na primeira parte do trabalho apresenta-se a pesquisa bibliográfica sobre as estratégias mais usadas pelas crianças e adolescentes, na segunda os resultados obtidos com a aplicação de um questionário “Questionário de estratégias de Coping e de Regulação Emocional” de Moreira, Crusellas, Ribeiro, Vaz. (2005). Este questionário foi aplicado a 271 jovens de ambos os sexos (121 rapazes e 150 raparigas) com idades compreendidas entre os 10 e os 17 anos, em duas escolas na zona do Barreiro. O estudo psicométrico do questionário indica que é valido para a população a que se destina. Um outro resultado importante revela que existe uma diferença entre as estratégias utilizadas pelas crianças e as utilizadas pelos adolescentes, nomeadamente, nas dimensões Catastrofização e Distracção. Por último, são discutidas as limitações e as implicações do presente estudo para futuras investigações.

 

Palavras chave: Estratégias de coping, Psicologia do desenvolvimento, Teses de mestrado - 2008

 

Índice
I- Introdução

A importância do coping
O coping e o ajustamento
A importância do desenvolvimento
Questões de investigação

II- Enquadramento teórico

Definição de coping
O coping e o desenvolvimento
Classificação do coping
As estratégias de coping e o nível de desenvolvimento
Avaliação do coping

Objectivos

III- Método

Descrição da amostra
Instrumento de avaliação
Procedimento

IV- Resultados

Estudo do questionário
Análise desenvolvimentista

V- Discussão e conclusões

Limitações do estudo

Questões futuras

Bibliografia

Anexos

Anexo A
Anexo B
Anexo C

 

 

Trabalho completo