Psicologia

Dissertações de Mestrado

 

Compromisso e confiança nas relações íntimas dos jovens adultos filhos de pais separados

 

Autor: Patrícia Joana Calixto Fonseca
Orientador: Maria Helena Santos Afonso

 

Mestrado em Psicologia

Psicologia Clínica e da Saúde
Núcleo de Psicoterapia Cognitiva-Comportamental e Integrativa

Universidade de Lisboa
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

Compromisso e confiança nas relações íntimas dos jovens adultos filhos de pais separados

Resumo

A separação conjugal dos pais tem-se tornado uma experiência comum a muitos jovens adultos. Uma das tarefas de desenvolvimento mais importantes nos jovens adultos é a construção e manutenção de relações íntimas. De acordo com a literatura, o momento do desenvolvimento em que se dá a separação dos pais é fundamental à compreensão dos efeitos da separação conjugal dos pais nas relações íntimas do jovem adulto. O presente trabalho tem como objectivo geral explorar as expectativas que os jovens adultos, filhos de pais separados, apresentam relativamente às suas relações íntimas. Concretamente, pretende-se avaliar o nível de compromisso e de confiança que os jovens adultos manifestam nas suas relações íntimas de acordo com a sua idade na altura da separação dos pais. No estudo participariam indivíduos do sexo feminino e masculino cuja duração da relação íntima actual fosse igual ou superior a sete meses, cujas idades estivessem compreendidas entre os 18 e os 25 anos e, que fossem filhos de pais separados. De modo a recolher a informação pretendida foram traduzidas duas escalas, uma de compromisso com a relação e outra de confiança no parceiro. Deste estudo espera-se retirar algumas implicações para a prática clínica, ao nível da avaliação do risco, promoção educacional e prevenção de futuras separações nas relações íntimas dos jovens adultos.

 

Palavras chave: Relações sexuais, Separação conjugal, Teses de mestrado - 2008

 

Índice

Introdução

1. Adaptação dos filhos à separação dos pais 

2. O Jovem adulto

2.1. Tarefas desenvolvimentistas

2.2. As relações íntimas 

2.2.1. Teoria da vinculação 

2.2.2.1. Modelo hierárquico das representações

2.2.2.2. Desenvolvimento das expectativas relacionais

2.3. A intimidade

2.3.1. Níveis de compromisso e confiança nas relações íntimas

3. Adaptação do jovem adulto à separação dos pais

3.1. Variáveis demográficas

3.2. Variáveis interpessoais
3.3. Efeitos da separação dos pais nas relações íntimas do jovem adulto

Objectivos

Metodologia

1. Obtenção e selecção da amostra

2. Procedimentos de avaliação

3. Plano de análise de resultados

Discussão e Conclusão

Referências bibliográficas
Anexos

 

 

Trabalho completo