Psicologia

Dissertações de Mestrado

 

Os conteúdos dos sonhos durante a gravidez

 

Autor: Alice Lima
Orientador: João Manuel Rosado de Miranda Justo

 

Mestrado em Psicologia

Secção de Psicologia Clínica e da Saúde

Núcleo de Psicologia Clínica e Dinâmica

Universidade de Lisboa
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

Os conteúdos dos sonhos durante a gravidez

Resumo

O presente estudo, pretende contribuir para a compreensão da vivência dos sonhos durante a gravidez. Tem como objectivos gerais explorar os sonhos de casais, bem como identificar e compreender os conteúdos que emergem nos sonhos de homens e mulheres durante a gravidez. Para o efeito, foram utilizadas as categorias empíricas propostas por Hall e Van de Castle (1966), uma vez que estas se têm evidenciado válidas no estudo da análise de conteúdo dos sonhos (Domhoff, 1996). Uma vez que o grupo de homens na gravidez, não foram capazes de relatar os seus sonhos de modo a permitir uma análise adequada, optou-se por investigar as diferenças nos conteúdos de sonhos entre um grupo de 10 mulheres grávidas (GG), e um grupo de 10 mulheres não grávidas (GNG). As hipóteses propõem que os conteúdos de sonhos relacionados com o bebé (H1), com as personagens familiares e conhecidas (H2), com as interacções sociais (H3), e com as emoções (H4) são mais frequentes no GG do que no GNG. Os resultados encontrados permitiram verificar H1 e H2 dado que foram observadas diferenças estatísticas significativas entre a presença de conteúdos relacionados o bebé (p=0,025) e com as personagens familiares (p=0,074), especificamente com o companheiro (p=0,010). H3 e H4 não foram verificadas pelos resultados estatísticos. A análise complementar apresentada permitiu constatar uma relação estatística significativa entre o setting interior (p=0,019), os acontecimentos negativos relativos ao corpo (p=0,051) e o nascimento (p=0,060). Apresenta-se uma discussão sobre a importância destes conteúdos e sua relação com a gravidez à luz das perspectivas teóricas, bem como as limitações deste trabalho e indicações para futuras investigações. Conclui-se que os sonhos expressam conteúdos significativos durante a gravidez e podem oferecer uma oportunidade para a construção e comunicação da subjectividade.

 

Palavras chave: Sonhos, Gravidez, Psicologia dinâmica, Teses de mestrado - 2009

 

Índice 

Resumo
Abstract
Índice de anexos

CAPÍTULO 1 – INTRODUÇÃO E ENQUADRAMENTO TEÓRICO

1.1. INTRODUÇÃO

1.2. ENQUADRAMENTO TEÓRICO

1.2.1. OS SONHOS

1.2.1.1. A perspectiva psicanalítica

1.2.1.2. A investigação do conteúdo dos sonhos

1.2.2. A GRAVIDEZ

1.2.2.1. A perspectiva dinâmica

1.2.2.2. Os conteúdos dos sonhos durante a gravidez

1.2.2.2.1. Mudanças nos conteúdos dos sonhos ao longo da gravidez

1.2.2.2.2. Relação entre os conteúdos dos sonhos e o trabalho de parto

1.2.2.2.3. Relação entre os conteúdos dos sonhos e depressão pós-parto

CAPÍTULO 2 – OBJECTIVOS, HIPÓTESES E VARIÁVEIS

2.1. OBJECTIVOS

2.2. HIPÓTESES
2.3. VARIÁVEIS

2.3.1. Variável independente (V.i.)

2.3.2. Variáveis dependentes (V.d.)

CAPÍTULO 3 – METODOLOGIA

3.1. PLANIFICAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO
3.2. CARACTERIZAÇÃO DAS AMOSTRA EM ESTUDO
3.3. INSTRUMENTOS

3.3.1. Instrumentos utilizados na recolha de dados

3.3.1.1. Questionário sócio-demografico

3.3.1.2. Most Recent Dream Report

3.3.2. Instrumento de análise de conteúdo dos sonhos

3.4. PROCEDIMENTOS

3.4.1. Procedimentos na recolha de dados
3.4.2. Procedimentos na análise de conteúdo dos sonhos - Categorias

3.4.2.1. Personagens
3.4.2.2. Interacções Socais: Agressão e Amizade
3.4.2.3. Emoções

3.4.3. Procedimentos de análise estatística

CAPÍTULO 4 – RESULTADOS

4.1. COMPARAÇÃO ENTRE O GRUPO DE GRÁVIDAS (GG) E O GRUPO DE NÃO GRÁVIDAS (GNG) – CATEGORIAS

4.1.1. Personagens

4.1.2. Emoções

4.1.3. Interacções sociais: Agressão e Amizade

CAPÍTULO 5 – ANÁLISE COMPLEMENTAR

5.1. COMPARAÇÃO ENTRE OS GRUPOS E OUTRAS CATEGORIAS

5.1.1. Setting: Interior e Exterior

5.1.2. Acontecimentos negativos e positivos

5.1.3. Nascimento

CAPÍTULO 6 – DISCUSSÃO

6.1. DISCUSSÃO DOS RESULTADOS

6.2. LIMITAÇÕES

6.2.1. Limitações da amostra
6.2.2. Limitações na recolha de dados
6.2.3. Limitações da análise de conteúdo

6.3. FUTURAS INVESTIGAÇÕES

6.4. CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

 

Trabalho completo