Psicologia

Dissertações de Mestrado

 

Estado de saúde auto-percebido, índice de massa corporal e percepção da imagem corporal em utentes dos cuidados de saúde primários

 

Autor: Sílvia Albuquerque Leal
Orientador: Maria Teresa Pereira da Fonseca Pestana Gonçalves Fagulha

 

Mestrado em Psicologia

Área de especialização em Mulher e Saúde

Universidade de Lisboa
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

Estado de saúde auto-percebido, índice de massa corporal e percepção da imagem corporal em utentes dos cuidados de saúde primários

Resumo

O presente estudo insere-se no Curso de Mestrado em Psicologia, Área de Especialização Mulher e Saúde . É um estudo exploratório, correlacional/diferencial, que tem como objectivo avaliar as relações entre a saúde auto-avaliada, o Índice de Massa Corporal (IMC) e a percepção da imagem corporal (PIC), bem como a influência das variáveis sócio-demográficas: sexo, idade, nível de escolaridade, rendimento mensal autoavaliado, e nível profissional. Foi realizado com uma amostra de 500 utentes da Unidade de Saúde de S. Mamede Centro de Saúde de S. Mamede/St.ª Isabel Lisboa (339 mulheres e 161 homens) com idades compreendidas entre 24 e 75 anos. Os instrumentos de avaliação utilizados foram: questionário sócio-demográfico; escala tipo Lickert para avaliação do estado de saúde auto-percebido; questionário sobre peso e altura, para cálculo do IMC; questionário sobre a idade subjectiva, idade desejada e idade atribuída por outros, para avaliação da satisfação em relação à idade; escala de silhuetas de Stunkard (1983) para avaliação da imagem corporal percebida e desejada, e da satisfação com a imagem corporal, bem como a avaliação da imagem corporal ideal do mesmo sexo e do sexo oposto. Resultados: a maioria dos sujeitos da amostra considera o seu estado de saúde entre razoável a muito bom , e os níveis de excesso de peso e obesidade correspondem aos parâmetros actuais da população portuguesa. Verifica-se uma relação negativa entre a saúde e a idade, e a imagem corporal percebida, e uma relação positiva entre a saúde e o nível de escolaridade, rendimento mensal autoavaliado e nível profissional. Quer homens quer mulheres estão insatisfeitos com a aparência física e idade, desejando ser mais magros e mais jovens. As mulheres mostram-se mais afectadas, provavelmente por maior pressão estereótipo social de beleza / juventude. Estes dados apontam o interesse da continuidade de estudos sobr

 

Palavras chave: Saúde da mulher, Cuidados primários de saúde, Imagem corporal, Teses de mestrado

 

Índice

INTRODUÇÃO 

PARTE I – ENQUADRAMENTO TEÓRICO

1. SAÚDE E GÉNERO

1.1. Conceito de Saúde e Doença

1.1.2. Vivências da Saúde-Doença
1.1.3. Representações Sociais de Saúde-Doença

1.2. Género e Saúde

1.2.1. Perfil Actual de Saúde/Doença e Género em Portugal
1.2.2. Obesidade e Índice de Massa Corporal
1.2.3. Estado de Saúde Auto Percebido

2. IMAGEM CORPORAL, SAÚDE, GÉNERO E IDADE 

2.1. Perspectiva Histórica do Estudo da Imagem Corporal
2.2. Conceito de Imagem Corporal
2.3. Imagem Corporal e Cultura
2.4. Imagem Corporal e Saúde
2.5. Imagem Corporal e Índice de Massa Corporal
2.6. Imagem Corporal e Idade
2.7. Desenvolvimento da Imagem Corporal no Adulto e Idoso

PARTE II – INVESTIGAÇÃO EMPÍRICA

CAPÍTULO I – METODOLOGIA

1. VARIÁVEIS ESTUDADAS
2. OBJECTIVOS
3. PROCEDIMENTO DA RECOLHA DE DADOS
4. CARACTERIZAÇÃO DA POPULAÇÃO DO CENTRO SAÚDE DE S.MAMEDE/STª ISABEL
5. POPULAÇÃO E AMOSTRA
6. INSTRUMENTOS UTILIZADOS NO ESTUDO

6.1. Questionário Sócio Demográfico
6.2. Avaliação de Saúde Auto Percebido
6.3. Avaliação do Índice de Massa Corporal
6.4. Avaliação da Idade (idade ideal, idade desejada e idade atribuída pelos outros).
6.5. Escala de Figuras de Stunkard

7. DESCRIÇÃO DA AMOSTRA

CAPÍTULO II – RESULTADOS

CAPÍTULO III – DISCUSSÃO DOS RESULTADOS 
CAPÍTULO IV – CONCLUSÃO

SUMARIZAÇÃO DOS RESULTADOS

LIMITAÇÕES DO ESTUDO E SUGESTÕES PARA OUTROS ESTUDOS 90 REFERÊNCIAS

BIBLIOGRÁFICAS

TABELAS

Correlações das variáveis na amostra total
Correlações das variáveis no sexo feminino e masculino

ANEXOS

Anexo I – Pedido de autorização para a investigação
Anexo II – Folhas de rosto do questionário

 

 

Trabalho completo