Psicologia

Dissertações de Mestrado

 

Função paterna e comportamentos delinquentes em rapazes adolescentes

 

Autor: Teresa Marília Velez Mira Lago
Orientador: Manuel Pires Matos

 

Mestrado em Psicologia

Secção de Psicologia Clínica e da Saúde

Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica

Universidade de Lisboa
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

Função paterna e comportamentos delinquentes em rapazes adolescentes

Resumo

Tomando em consideração a investigação que tem sido realizada no âmbito dos comportamentos de risco na adolescência, propusemo-nos a estudar a função paterna em adolescentes com comportamentos delinquentes. O nosso objectivo foi apurar qual o papel do pai na expressão deste tipo de comportamentos na adolescência, procurando a possível influência de um défice da função paterna. Com esta finalidade, numa amostra de 94 adolescentes do sexo masculino, aplicámos os seguintes instrumentos de medição: uma escala de comportamentos delinquentes, construída por nós com base nos itens utilizados por FONSECA (1992); o Parental Bonding Instrument (PARKER, TUPLING, & BROWN, 1979); e a pergunta de resposta aberta Quando pensas no teu pai, o que é que te ocorre? , anteriormente utilizada no estudo de NODIN e LEAL (2005). Esperávamos que a frequência de comportamentos delinquentes fosse superior nos indivíduos que reportam estilos de educação paternos de baixo cuidado (hipótese 1) e igualmente superior nos indivíduos com representação paterna aparentemente negativa (hipótese 2). Os resultados empiricamente obtidos vão no sentido da confirmação apenas da primeira hipótese do nosso estudo. Apontamos as limitações e outras possibilidades de investigação.

 

Palavras chave: Comportamentos de risco, Delinquência, Paternidade, Teses de mestrado

 

Índice

INTRODUÇÃO

PARTE I - ENQUADRAMENTO TEÓRICO

CAPÍTULO I: REPRESENTAÇÕES MENTAIS

1.1 Representações Mentais
1.2 Função do Objecto na Construção do Mundo Representativo
1.3 Papel da Função Paterna na Construção das Representações

CAPÍTULO II: PAI

2.1 O Pai na Família Contemporânea
2.2 Evolução da Importância do Pai na Teoria Psicanalítica
2.3 Funções do Pai
2.4 Carência da Função Paterna

CAPÍTULO III: ADOLESCÊNCIA

3.1 Funcionamento Psicossexual e Afectivo

3.2 Psicopatologia da Adolescência: Comportamentos de Risco

CAPÍTULO IV: COMPORTAMENTOS DELINQUENTES

4.1 Delinquência Juvenil
4.2 Génese da Delinquência: Diferentes Teorizações
4.3 Investigação Sobre a Relação Delinquência/Carência Paterna

OBJECTIVOS E HIPÓTESES DE TRABALHO

PARTE II - ENQUADRAMENTO EMPÍRICO

CAPÍTULO V: METODOLOGIA

5.1 Selecção e Caracterização da Amostra
5.2 Instrumentos de Recolha de Dados

5.2.1 Questionário Sócio-Demográfico
5.2.2 Escala de Comportamentos Delinquentes
5.2.3 Parental Bonding Instrument
5.2.4 Pergunta: “Quando pensas no teu pai o que é que te ocorre?”

5.3 Procedimento

5.3.1 Procedimentos Estatísticos

CAPÍTULO VI: RESULTADOS

6. 1 Estatística Descritiva dos Instrumentos

6.1.1 Escala de Comportamentos Delinquentes
6.1.2 Parental Bonding Instrument (PBI)
6.1.3 Pergunta: “Quando pensas no teu pai o que é que te ocorre?”

6.2 Consistência Interna das Escalas

6.2.1 Escala de Comportamentos Delinquentes
6.2.2 Parental Bonding Instrument

6.3 Teste das Hipóteses

CAPÍTULO VII: DISCUSSÃO DOS RESULTADOS

CAPÍTULO VIII: CONCLUSÃO

8.1 Síntese Conclusiva
8.2 Importância para a Investigação e Prática Clínica
8.3 Limitações da Investigação e Linhas de Desenvolvimento Futuro

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ANEXOS

ANEXO A: Estatística descritiva da amostra
ANEXO B: Pedido de autorização para recolha da amostra
ANEXO C: Projecto de investigação entregue nas escolas
ANEXO D: Instrumentos de recolha de dados
ANEXO E: Estatística descritiva dos instrumentos de avaliação
ANEXO F: Consistência interna das escalas utilizadas
ANEXO G: Análise estatística (hipótese 1)
ANEXO H: Análise estatística (hipótese 2)
ANEXO I: Análise estatística adicional

 

 

Trabalho completo