Psicologia

Dissertações de Mestrado

 

Genealogia do desejo
A influência da satisfação conjugal no estabelecimento da relação precoce entre mãe-bebé

 

Autor: Susana Raquel do Vale Lopes
Orientador: João Justo

 

Mestrado em Psicologia

Secção de Psicologia Clínica e da Saúde

Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica

Universidade de Lisboa
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

Genealogia do desejo

Resumo

A satisfação conjugal é considerada uma fonte privilegiada de bem-estar, contribuindo de um modo significativo para a felicidade individual. A vivência da conjugalidade vai ainda ser importante na forma como o casal gere a transição para a parentalidade, nomeadamente para a mulher. Desta forma, uma conjugalidade positiva surge como contentora para a futura mãe, permitindo-lhe desenvolver o seu papel materno. Surge, igualmente, enquanto facilitadora do bonding, isto é, do envolvimento emocional materno face ao bebé. O presente estudo tem, deste modo, como objectivo a compreensão da influência da satisfação conjugal, tal como percebida pela mulher, no estabelecimento do bonding na relação precoce mãe-bebé. A hipótese elaborada vai no sentido de que um maior nível de satisfação conjugal pré-natal terá uma influência positiva e significativa em termos do posterior estabelecimento do bonding na relação mãe-bebé. Para a testagem desta hipótese, procedeu-se à aplicação da Escala de Avaliação da Satisfação em Áreas da Vida Conjugal (EASAVIC) a uma amostra de 20 participantes, durante o último trimestre de gravidez, de modo a avaliar o nível de satisfação conjugal. Sendo que cerca de 4 semanas após o parto, procedeu-se à aplicação da Escala de Ligação Mãe-Bebé (ELMB), um questionário de bonding elaborado para este estudo. Os dados obtidos não permitem a confirmação da hipótese formulada, no entanto, são discutidos os resultados, bem como as limitações do estudo. Propõem-se ainda direcções para investigação futura neste domínio.

 

Palavras chave: Relação mãe-criança, Satisfação conjugal, Parentalidade, Teses de mestrado - 2009

 

Índice

Agradecimentos
Resumo
Abstract
Índice de tabelas

1. Enquadramento Teórico

1. 1. Um mais Um igual a Três 

1. 1. 1. Adão e Eva: Casal enquanto unidade primordial 

1. 1. 2. Casal suficientemente bom: Pelos meandros da satisfação conjugal 

1. 2. Da Conjugalidade para a parentalidade

1. 2. 1. Antes era o Desejo…: Construção do desejo de um filho 

1. 2. 2. …e do Desejo se fez Carne: Processo e vivência da gravidez

1. 2. 3. Ser-Mãe / Ser-Pai: Notas sobre as funções materna e paterna

1. 2. 3. 1. Função materna

1. 2. 3. 2. Função paterna

1. 3. Vértices de um triângulo amoroso

1. 3. 1. Primeira ligação: Bonding na díade mãe-bebé

1. 3. 2. Genealogia do desejo: Ligação entre satisfação conjugal e bonding

2. Método

2. 1. Selecção da amostra

2. 2. Caracterização da amostra 

2. 3. Procedimento

2. 4. Instrumentos

2. 4. 1. Questionário sócio-demográfico
2. 4. 2. Escala de Avaliação da Satisfação em Áreas da Vida Conjugal
2. 4. 3. Questionário pós-parto
2. 4. 4. Escala de Ligação Mãe-Bebé

3. Resultados

3. 1. Análise da consistência interna
3. 2. Estudo das escalas
3. 3. Análise da distribuição da amostra
3. 4. Análise de correlações

3. 4. 1. Satisfação conjugal e bonding
3. 4. 2. Idade e escolaridade

3. 5. Comparação de grupos

3. 5. 1. Paridade
3. 5. 2. Gravidez desejada
3. 5. 3. Gravidez planeada
3. 5. 4. Tempo de gestação 
3. 5. 5. Tipo de parto

3. 5. 6. Sexo do bebé

4. Discussão dos Resultados

5. Referências Bibliográficas

 

 

Trabalho completo