Psicologia

Dissertações de Mestrado

 

Influência das práticas parentais nas estratégias de coping e de savoring utilizadas pelos adolescentes em contexto escolar

 

Autor: Nádia Andreia Alves Farinha Tristão
Orientador: Alexandra Marques Pinto

 

Mestrado em Psicologia

Secção de Psicologia da Educação e da Orientação

Universidade de Lisboa
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

Influência das práticas parentais nas estratégias de coping e de savoring utilizadas pelos adolescentes em contexto escolar

Resumo

O presente estudo foi realizado com o intuito de investigar a influência das práticas educativas parentais nas estratégias de coping utilizadas pelos adolescentes em contexto escolar e explorar o papel que assumem também nas suas estratégias de savoring. Nesse sentido adoptaram-se as perspectivas de Maccoby e Martin (1983) sobre as dimensões exigência e responsividade das práticas educativas parentais, de Seiffge-Krenke (1995) sobre coping na adolescência e de Bryant e Veroff (2007) sobre savoring. Pretendeu-se, igualmente, identificar os acontecimentos escolares associados a experiências emocionais negativas e positivas dos adolescentes e os padrões de coping e de savoring, respectivamente, por eles utilizados para gerir essas experiências emocionais. Este estudo procurou, ainda, investigar a influência das práticas parentais e das estratégias de coping e savoring na adaptação escolar. O questionário de auto-relato que operacionaliza as variáveis em estudo foi aplicado a uma amostra de 169 adolescentes portugueses, dos 7º, 9º e 11º anos de escolaridade. Os resultados obtidos indicaram que os acontecimentos escolares relacionados com os resultados académicos e com o relacionamento com os colegas em contexto escolar são privilegiados nos relatos dos adolescentes, sendo responsáveis por experiências emocionalmente positivas e negativas. As estratégias de coping activo e de procura de apoio são preditores significativos dos resultados escolares (ß=-0.17, p<0.05; ß =0.28, p<0.01) e as estratégias de savoring no seu conjunto são preditores significativos do suporte social percebido (F=3.39, p<0.05). Finalmente, a responsividade está negativamente correlacionada com a utilização de estratégias activas de coping (r=-0.17, p<0.05) e a exigência é um preditor significativo da estratégia de savoring de expressão comportamental (ß=0.21; p<0.05). Estes resultados podem contribuir para uma reflexão holística sobre a promoção do bem-estar nos adolescentes.

 

Palavras chave: Práticas parentais, Coping, Adaptação escolar, Adolescência, Teses de mestrado

 

Índice 

Introdução

Capítulo 1: Enquadramento Teórico

1.1. Stress na Infância e na Adolescência
1.2. Modelo de Avaliação Cognitiva, Stress e Coping
1.3. Coping na Adolescência
1.4. Modelo Holístico do Stress
1.5. Savoring

1.5.1. Savoring na Adolescência

1.6. Práticas Educativas Parentais
1.7. Problemas de Investigação e Hipóteses de Estudo

Capítulo 2: Metodologia

2.1. Instrumentos
2.2. Participantes
2.3. Procedimento

Capítulo 3: Apresentação e Discussão dos Resultados

Capítulo 4: Conclusões

4.1. Limitações e Pistas para Estudos Futuros
4.2. Implicações para a Prática Educacional

Referências Bibliográficas

Anexo

 

 

Trabalho completo