Psicologia

Dissertações de Mestrado

 

O planeamento da gravidez e a projecção da grávida através do desenho

 

Autor: Eva Dias Coelho
Orientador: João Miranda Justos

 

Mestrado em Psicologia

Secção de Psicologia Clínica e da Saúde

Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica

Universidade de Lisboa
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

O planeamento da gravidez e a projecção da grávida através do desenho

Resumo

Na presente investigação procedeu-se ao estudo do planeamento da gravidez e da projecção da grávida através do desenho, como instrumento projectivo. Foram definidos como objectivos principais: I) Explorar a importância da representação criada pela mãe, sobre o seu bebé, no decorrer do período gestacional, aprofundando as particularidades psicológicas associadas aos domínios do bebé fantasmático, do bebé imaginário e do bebé real; II) Comparar o tipo de planeamento da gravidez com o tipo de representação que as mães constroem acerca do bebé; III) Analisar se a representação psíquica que as grávidas têm do seu bebé influencia a forma como desenham a gravidez. Participaram no estudo 39 grávidas primíparas, entre o 7º e o 9º mês gestacional, com idades compreendidas entre os 25 e os 40 anos, divididas em grupos distintos, através do tipo de planeamento de gravidez (GP vs. GNP). Construiu-se um Questionário Sócio-Demográfico, referente a dados sócio-demográficos, obstetrícios, anamnésicos e do contexto gravídico. Solicitou-se às grávidas que desenhassem a sua gravidez. Aplicou-se um questionário complementar ao desenho, Avaliação do Bebé Imaginário por Via Gráfica , adaptado por Sá e Biscaia (1994). Os resultados denunciam a independência entre o planeamento gravidez e a representação pictórica de sinais de bebé imaginário, sugerindo que as mães que não idealizam o bebé ao planearem a gravidez necessitam de cuidar e enriquecer o desenho do bebé, atribuindo-lhe contornos identitários específicos, dando forma ao processo de criação mental do bebé. Revelam também a importância da realização da primeira ecografia como elemento de crucial importância no desenvolvimento de um sentimento de concretização da gravidez, trazendo à mulher grávida condições de incorporar o seu bebé, assim como o sentimento de estar grávida. Por outro lado, mostram ainda uma independência entre o desenho projectivo da gravidez e do bebé e a verbalização de uma representação mental consciente do bebé.

 

Palavras chave: Gravidez, Técnicas projectivas, Desenho, Teses de mestrado - 2009

 

Índice

Nota Introdutória

1. A Maternidade versus Gravidez

1.1. Desenho da Gravidez enquanto “Ecografia” do Psiquismo
1.2. Do bebé Imaginário ao Real

2. Objectivos e Hipóteses do Estudo

3. Método

3.1. Definição das Variáveis
3.2. Operacionalização das Variáveis

3.2.1. questionário sócio-demográfico
3.2.2. desenho da gravidez
3.2.3. questionário complementar ao desenho

3.3. Procedimento

4. Apresentação dos resultados

4.1. Estatística Descritiva da Amostra
4.2. Testagem das Hipóteses
4.3. Análises Complementares

5. Discussão
6. Conclusão
7. Referências Bibliográficas

 

 

Trabalho completo